Quando a vida nos dá limões só nos resta fazer uma boa limonada.

{e, de limonada na mão,
deito-me na areia, fecho os olhos
e aproveito o sol}

quarta-feira, 24 de março de 2010

{criónica}

:
As crianças são o que de melhor existe. Até aos oito, dez anos. A partir daí, defendo a criónica. E é para descongelar só lá para os vinte anos. Antes, não. Que não há pachorra para tanta estupidez gratuita.

E... não há mais estômago para tanta crueldade.

A Joana, a Beatriz, o Leandro: silenciados. Porque neste país de m* as vítimas ou fogem... ou morrem. Acontece com as vítimas de violência doméstica, acontece com as vítimas de bullying. Acontece...

[e, ainda há pessoas (inhas) que defendem com sangue, a Direcção do agrupamento, Docentes, Pessoal não docente, todos os Alunos e Encarregados de Educação, de uma escola que humilhou, perseguiu e condenou a Joana, uma criança que não conseguindo defender-se, fugiu e vive encarcerada em casa... opá, é só ir aqui e ver até onde a m* desce]

Sem comentários: