Quando a vida nos dá limões só nos resta fazer uma boa limonada.

{e, de limonada na mão,
deito-me na areia, fecho os olhos
e aproveito o sol}

quinta-feira, 25 de março de 2010

{da opinião pública}





Assistir a programas como o Opinião Pública {sic notícias} ou a Antena Aberta {rtpn} é como assistir ao BBC Vida Selvagem.




O Animal em estudo é o tuga, que se divide em três sub-espécies: o tuga azedo, o tuga carneiro e o tuga pastor.

Do tuga azedo, há pouco a dizer, é um animal inteligente que só come depois de saber, o que é aquilo que querem que ele coma.

Já o tuga carneiro - a espécie dominante - come de tudo. Até m*... ele come: basta que o pastor lhe diga que é para comer. Os tugas carneiros, sempre em rebanho, seguem o seu pastor, abnegadamente. Acreditam nele, fazem tudo o que ele diz... mesmo que a ordem seja andar sempre em frente, de encontro ao precipício.

E defendem-no. Com unhas e dentes. Eles gritam, ameaçam, insultam e até mostram os dentes a todos os que tentarem mostra-lhes que tudo aquilo em que acreditam, é uma farsa. Mesmo que sejam especialistas com dados, provas que comprovem que o pastor só está interessado no seu próprio bucho e... que eles - os carneiros - não passam de carne para canhão.

A vida dos tugas carneiros é assim. Vivem alegres, enquanto se dirigem [cegos] para o matadouro.

A terceira sub-espécie é o tuga guardador de rebanhos...

[desse... uhm... não preciso falar, pois não?]


pic @

3 comentários:

Lady in high heels disse...

Descobri o teu blog por acaso e estou a adorar. Azedo q.b. mas azedo. Alguém precisa de dar nomes aos bois e tu estás a fazer um óptimo trabalho. Continua assim, venho visitar-te sempre que der.

Rita disse...

Excelente descrição! Davas um fantástico David Attenburg! Adorei o blog!

Lemon Girl disse...

Obrigada, Rita... quem sabe um dia, um programa sobre a vida dos tugas.

Lady, obrigada.