Quando a vida nos dá limões só nos resta fazer uma boa limonada.

{e, de limonada na mão,
deito-me na areia, fecho os olhos
e aproveito o sol}

sábado, 3 de abril de 2010

{post sem título... porque não há título para isto}

:
Hoje, no jornal da hora do almoço, um jornalista pedia a opinião a um grupo de católicos, sobre o que está a passar no Vaticano.

Uma senhora disse que achava "muito mau o que estavam a fazer às crianças, mas" [sim, há aqui um mas], "também se fazem muitos abortos por aí e ninguém fala disso".

Mas... o quê?!

Numa tentativa ridícula de desculpabilizar os santos padres, compara-se a pedofilia, a violação sexual de crianças, com o aborto...

[mas que pessoas são estas???]


Não. Não fiquei revoltada com estas palavras... fiquei triste. Porque continuam a existir pessoas que preferem esconder a cabeça na areia, a ter que admitir que os criadores dos dogmas em que acreditam, são autênticas farsas de carne e osso mascaradas de homens santos.

E, pior do que isso... há crianças a serem feridas de morte, todos os dias, a todas as horas por estes santos padres.

Sim, há pedofilia em todo o lado... mas, a mim, ensinaram-me que os padres são o que de mais parecido há, com aquele que nos veio tentar ajudar, há milénios atrás.

[Sei que aquilo que eu vou dizer é susceptível de ferir sensibilidades, mas... preferia ser morta no ventre a ser objecto de prazer (???) de monstros vestidos de branco...]

5 comentários:

afectado disse...

há pessoas que são cegas, e tu mostraste um bom exemplo disso...

é preciso saber distinguir as coisas. as pessoas podem acreditar na religião, frequentar a igreja, etc, e ainda assim podem (e deveriam) condenar a pedofilia (seja levada a cabo por padres ou não). parece que têm medo de condenar porque é como se tivessem medo que havendo padres pedófilos, toda a igreja caísse em desgraça.

Not a Lady disse...

estou de acordo contigo, até com a frase em letras pequeninas, que deve incendiar as almas mais moralistas que por aqui passarem.
Gosto da tua aci-lucidez.
palminhas para ti

Lemon Girl disse...

Este é o mundo que temos... que nos revolta, nos enoja...

ricardo disse...

O pior Pesadelo do Papa é ter que explicar como poderia desconhecer, durante anos a fio, o que se passava mesmo debaixo do seu nariz (é só uma questão de tempo até vir a público que ele afinal conhecia por demais o problema) pois desta vez não acontecia nos EUA mas sim na Europa e, pasme-se, desde a década de 80, envolvendo pessoas tão próximas como o seu próprio irmão.

APPLE disse...

Hipócritas, mentirosos disfarçados com vestes que deviam ser pelo menos respeitadas.
Eu até já sugeri o que se devia fazer, mas ninguém me ouve!
Bjs